segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Coisas que eu adoro

 Os noivos!

A foto da Família como recordação

Acontecimentos que fazem desejar o futuro, a festa, a mudança, a alegria e a felicidade.
Lugares que eu desejo que sejam perfeitos e fiquem para sempre ligados a nós e à nossa história. Visitas com tempo, nunca esquecendo o essencial que é  proporcionar um dia muito feliz a quem amamos tanto. 
 No bom caminho!

domingo, 19 de outubro de 2014

Domingo com sol e ... calor


Acordar tarde. Muito tarde! Há anos que não conseguia esta façanha. 
O cansaço começa a acumular-se e o organismo pede calma. 
A cozinha inundada de sol e de calor. Parece Verão. Apetece sair de casa e passear no campo. Ver verde e ouvir os pássaros na calmaria da planície ribatejana.
É mesmo isto. Partir para uma visita especial a um lugar que se quer muito especial.
Bom domingo.

sábado, 18 de outubro de 2014

5.30h da manhã


Está frio lá fora. Escuridão total. Tomar o pequeno almoço, preparar-me para sair e começar mais uma viagem.
Pela noitinha, estarei de volta.
Bom fim de semana.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Coisas engraçadas


Depois de tantos meses sem sonhar, hoje comecei a sonhar novamente.  Um sonho alegre e  bem disposto em que me passeava por Londres em cima de um cavalo, ora com filho mais novo, ora com a Ana ora com cara metade. Depois de tanto passeio, o cavalo cansou-se e deitou-se. Nós lá conseguimos sair de cima dele e olhando para trás e vendo o focinho do cavalo estafado deu-me para rir (muito) e lamentar não ter uma máquina fotográfica comigo para o imortalizar. 
Acordei bem disposta. É bom sonhar.

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Continuamos


Com hora marcada de levantar para as 5 da manhã. 
Estas são as horas do meu ser criativo! O pensamento adquire uma clareza difícil de obter noutros momentos do dia. 
Exige disciplina? Muita. 
Mas estou a gostar de me reencontrar com este meu eu adormecido!

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Desagradável


Estou para aqui a trabalhar e com o ouvido na máquina de lavar que faz uns barulhos meio estranhos e fortes. Já lá fui espreitar e parece-me com aceleração em demasia. Por momentos, penso que tudo se vai resolver e que aquilo que me parece estar mal talvez se solte com tanta velocidade. 
Logo agora que necessito tanto dela, ela resolve fazer companhia à companheira de secar que já desde a Primavera não seca nada depois de três ou quatro vezes o técnico ter vind oe ter concluído que já estava boa! Só se for para ele!  Vale-me  S. Pedro que deu umas boas tardes de sol para trazer o estendal para a luz do dia. Dizem que secar a roupa na máquina a estraga imenso e, como sou poupada, resolvi que gostava muito de estender a roupa.
Agora está a de lavar para falecer. Não gosto de lavar roupa à mão, portanto, vamos lá a ter juízo e a contribuir coma sua parte nas lidas domésticas. entendida?
 Estava a ver que não!

Levantar às 5


Tomar o pequeno almoço e começar a trabalhar às 5.30h. Voltar aos tempos em que esta era a minha rotina de estudo.  Porque tem de ser e porque sou pessoa de madrugadas para poder pensar com clareza.
O sol começa a nascer. Muito do trabalho agendado para esta madrugada está feito.
Vamos lá então começar o dia!

domingo, 12 de outubro de 2014

Acabou. Para a semana há mais!


Fim de semana acabou. Resumo:
Levantar às 5 da manhã de sábado e rumar ao Porto. Sair de lá para Lisboa com hora de chegada prevista às 8 da noite. Pelo caminho, parar em casa, tomar banho e retocar a toilette para o jantar. 
Recolher a família para ir jantar a Queluz. Chuva e mais chuva. Gostei do jantar e da companhia.
Regressar a casa com os olhos a fecharem-se. Dormir com o som de portas a bater e o vento a assobiar lá fora. Acordar já tarde e ficar por casa, limpa aqui, arruma ali. Sair para almoçar num local barulhento e cheio de gente. Os legumes salteados com molho de caril e coco estavam bons. As crianças continuam a andar em cima de cavalos de peluche com rodas com o ar mais infeliz do mundo. Já passaram por mim três vezes! Passar ainda pelo hipermercado para comprar as faltas mais visíveis. Para as outras, não tive tempo.  Fazer o jantar para filho mais novo e regressar a casa já noite cerrada. 
Vou dormir. amanhã será outra madrugada.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Deixar andar com as pessoas de quem se gosta


Sempre tive este dilema. Quando alguma coisa nos elementos da nossa família ou amigos chegados não está bem ou não gostamos, seja fisicamente seja emocionalmente, devemos dizer-lhes a nossa opinião, ou não?
 Tendo sempre a ficar calada! Talvez porque fui educada assim. Em silêncios e com a dura certeza de que em caso de conflito, nos devemos calar imediatamente e mudar de assunto.
Quanto aos conhecidos, há anos que faço isso. Quanto às pessoas de quem gosto começo a ter mas minhas dúvidas. 
Gosto de ouvir as críticas dos meus filhos sobre mim! As sugestões de melhoria, as suas opiniões. Fico sempre a pensar nelas e na maioria das vezes faço o que eles dizem. Normalmente  o saldo é positivo. Por vezes , quando a mudança é feita os conhecidos reagem e vão insinuando que sim que já tinham pensado que a mudança era benefica mas "desculpe, se calhar não devia...".
E como tudo o que nos faz crescer e avançar deve ser posto em prática penso que vou começar a ser mais assertiva em relação a muitos assuntos.
Como dizia filho mais velho: só a família é que te diz a verdade!
Verdadinha!

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Encontrei!



Há coisas que nos deixam saudades! Durante anos, treinei ao ritmo deste video na minha sala enquanto os meus filhos ainda pequenos brincavam por ali. Não fazia tudo! Era  mesmo muito cansativo!
O outro dia, estando com o André, ele identificou uma música como sendo do video de exercício!! Afinal foram mesmo muitos treinos! 
Vou recomeçar. Gosto deste vídeo! Vá-se lá saber porquê! Talvez porque me lembre a infância dos meus filhos e as rotinas de então.